Temos experiência e qualificação para prestar atendimento personalizado e estratégico à sua operadora.

Sobre Nós

Há mais de 15 anos, a Sallus Gestão em Saúde e Assessoria Contábil nasceu da percepção de seu fundador de que as operadoras de planos de saúde e odontologia necessitam de soluções estratégicas para atender às normas técnicas regulamentadas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e de serviços contábeis voltados à suas demandas. Atualmente, a Sallus tem abrangência nacional atendendo mais de 130 clientes satisfeitos com o nosso trabalho.

Porque contratar a Sallus?

Nossa Equipe

A equipe da Sallus é composta por profissionais qualificados em Administração de Empresas, Contabilidade, Direito, Ciências Atuariais, Estatística, Recursos Humanos e Enfermagem. Os nossos colaboradores têm experiência na área de saúde suplementar para oferecer soluções personalizadas ao perfil e às necessidades de gestão e contabilidade das operadoras de Planos de Saúde e Odontologia.

Diretor Presidente

Pedro Pereira é o responsável pela criação da nossa história. Com mais de 25 anos de experiência, tem uma visão inovadora do mercado. Graduado em Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Ciências Atuariais e pós-graduado em Gestão Empresarial, é pioneiro nos serviços contábeis para operadoras de planos de saúde e odontologia e especialista em consultoria técnica e atuarial em saúde, seguros e previdência.

Descubra nossas soluções para sua operadora. Solicite uma proposta e saiba mais sobre os nossos serviços.

1 de março de 2018

Artigo: Paraná, farol para o Brasil

No mercado de planos de saúde, o estado do Paraná pode servir de exemplo para mostrar a estreita relação entre o desenvolvimento econômico e o número de beneficiários de planos de assistência médica. No Brasil, em 2017, o setor perdeu, aproximadamente, 281,6 mil consumidores do serviço. No mesmo período, o estado do Paraná ganhou 21 mil – totalizando 2,8 milhões de beneficiários em planos de assistência médica, sendo um dos 13 estados que apresentou crescimento. Apesar de tímida, essa elevação do número de beneficiários mostra tendência de recuperação no estado, que voltou, praticamente, ao patamar do fim de 2015. A contratação de um plano de saúde depende basicamente de dois fatores: renda e emprego. Há uma clara relação entre a dinâmica do mercado de trabalho formal e o desenvolvimento do setor de Saúde Suplementar – vale lembrar que 66% dos vínculos de planos de saúde no país são por meio dos coletivos empresariais, quando as empresas contratantes oferecem o serviço como benefício e diferencial competitivo aos seus colaboradores. No Paraná, essa relação é de 61%. Não por acaso, essa retomada de beneficiários do serviço no Paraná se dá a partir de um novo ciclo de ascensão da economia local. Segundo […]