Encontro ANS Sul debate temas importantes à área de saúde suplementar

Saúde da mulher: dia de conscientização das doenças que afetam as mulheres
28 de maio de 2018
ANS divulga teto de reajuste para planos de saúde individuais
25 de junho de 2018

Encontro ANS Sul debate temas importantes à área de saúde suplementar

Nos dias 28 e 29 de maio, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) realizou o Encontro ANS Sul, em Florianópolis, Santa Catarina. A programação do evento trouxe diversas palestras e debates relacionados à área de saúde suplementar. Segundo a organização do evento, mais de 250 pessoas participaram do encontro, entre representantes de operadoras de planos de saúde, prestadores de serviços e servidores da agência.

A supervisora técnica da Sallus, Denise Mayer, participou dos painéis do Encontro ANS Sul com o objetivo de adquirir informações técnicas e manter a nossa equipe de Gestão atualizada em sobre os principais temas relacionados ao setor para continuar prestando um atendimento de excelência aos nossos clientes.

Os painéis iniciaram tratando das mudanças na regulação da estrutura dos produtos. O tema foi abordado pela diretora da área Karla Coelho e o gerente-geral de Regulação da Estrutura dos Produtos, Rafael Vinhas. Segundo a diretora, o assunto envolve questões relevantes como a política de preços, reajustes dos planos de saúde e monitoramento do mercado.

A qualidade do setor foi o segundo assunto tratado no evento. Dentre as medidas, as especialistas em Regulação, Daniele Silveira e Rosana Neves, destacaram o recém-lançado Projeto de Atenção Primária à Saúde (APS) e trataram da importância da implementação dos Programas de Promoção à Saúde e Prevenção de Doenças para as operadoras que visam conseguir a acreditação através do Programa de Acreditação de Operadoras e do Índice de Desempenho na Saúde Suplementar (IDSS).

A Notificação de Intermediação Preliminar (NIP), ferramenta que permite a resolução extrajudicial de conflitos entre operadoras e beneficiários, foi o tema do terceiro painel. O gerente-geral de Operações Fiscalizatórias, Frederico Cortez, apresentou as estatísticas das demandas nos últimos anos, reforçou a necessidade das operadoras contatarem os beneficiários que abrirem demandas e de anexarem as repostas das NIP’s aos documentos que comprovam as justificativas. De acordo com Cortez, a iniciativa reduz a quantidade de processos e resolve os problemas dos beneficiários, tendo um índice de resolutividade de quase 90%.

A Contratação Eletrônica de Planos de Saúde (venda online) e o Portal de Informações do Beneficiário da Saúde Sumplementar (PIN-SS) foram os temas tratados pelo diretor-adjunto de Desenvolvimento Setorial, Daniel Pereira. Em relação à venda online, o diretor destacou a necessidade da operadora possuir a comprovação de aquisição do plano por parte do beneficiário. Sobre o PIN-SS, destacou a importância da transparência no setor por meio da disponibilização ao consumidor de informações como consultas, exames e internações realizadas, além do cálculo de reajuste pelas operadoras nos contratos coletivos empresariais e por adesão.

No painel sobre a Regulação Assistencial e suas Relações Internas, a coordenadora de regulação assistencial, Ana Cristina Martins, explicou de que forma é realizada a atualização do Rol de Procedimentos, como são formadas as câmaras técnicas e quais os estudos realizados para a inclusão de novos procedimentos.

A gerente da área de Ressarcimento ao SUS, Fernanda Freire, explicou como funciona a identificação e a cobrança na área, bem como a recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que confirmou a constitucionalidade do ressarcimento.

Os pagamentos, parcelamentos e a inscrição no Cadastro Informativo de Crédito não Quitados do Setor Público Federal (Cadin) e como as operadoras devem manterem-se regulares perante à ANS foram assuntos esclarecidos pela Diretoria de Gestão.

Os tópicos referentes ao acompanhamento econômico-financeiro das operadoras, como os Ativos Garantidores, Programa de Escala Adequada e Compartilhamento de Riscos, foram os assuntos tratados no último painel do evento, no qual o diretor-adjunto de Normas e Habilitação de Operadoras, Cesar Serra, e o gerente-geral de Acompanhamento Econômico-Financeiro das Operadoras, Bruno Rodrigues, trataram dos programas de adequação e das medidas implementadas recentemente pela ANS.

De todos os temas abordados no Encontro ANS Sul, a supervisora técnica da Sallus, Denise Mayer, destaca a implementação do PERSUS 2.0, nova versão do sistema inserido no Portal das Operadoras para facilitar a resolução de todas as questões relativas ao usuário no mesmo ambiente. O PERSUS 2.0 entrará em vigor em agosto deste ano e a versão 1.0 deixará de existir. Enquanto isso, as operadoras podem utilizar qualquer uma das versões. As funcionalidades do PERSUS 1.0 permanecerão na versão atualizada.